quinta-feira, novembro 29, 2007

Comentário - Cortiça

Mais uma observação - e a propósito - do nosso Leitor F. Bernardo:

Ao não racionar o fornecimento, não estarão os CTT a fomentar a especulação?

Mais, estará em condições de garantir que os filatelistas com conta-corrente – aqueles que compram todos os produtos e não apenas os mais “apetitosos” (séries Europa, temáticas em voga e “especialidades” como a emissão em apreço) -, estarão ao abrigo de uma surpresa desagradável?

Sim, sim! Recordo-lhe que os folhetos informativos da emissão ainda não foram distribuídos e, estou convicto disso, uma boa parte deles ainda não estará ao corrente da existência do selo corporativo, cuja tiragem é de apenas 20.000 exemplares.

Convenhamos que aqui, no mínimo, há uma manifesta falta de atenção e qualidade do serviço prestado à clientela filatelista. Por mera curiosidade, e uma vez que a aparição do selo corporativo emanou na "premissa" de fazer circular o selo postal na correspondência, é possível informar-me da quantidade de selos que estão reservados às empresas do Grupo Amorim?

E aqui vai a Resposta: Achamos que ao disseminar este selo pelas estações estamos - ao contrário - a evitar especulações... Mesmo assim já tenho conhecimento de que andam alguns compradores por Lisboa a esgotar estes selos aos balcões. Acautelem-se os outros coleccionadores!

O Grupo Amorim adquiriu 10,000 séries corporate.

Estão reservados para os Conta Correntistas habituais, no mínimo, 5,000 séries corporate. Obviamente que todo o respectivo Plano das outras séries normais está também acautelado.

As outras 5,000 séries corporate que restam serão para encomendas suplementares.

2 comentários:

Fernando Bernardo disse...

Nota: não encontrando o tópico adequado (selos personalizados) decidi colocar aqui este post. Desde já as minhas desculpas.
---------------------------------

Caro Dr. Raul Moreira,

Quando me decidi pela abertura duma conta-corrente no Departamento de Filatelia dos CTT, fi-lo com o propósito de assegurar todos os artigos do meu Plano de Assinatura e recebê-los tranquila e comodamente no meu domicílio.

Quando são emitidos artigos “especiais” e que não estão contempladas no Plano – os selos corporate, por exemplo –, somos informados da sua existência, e se o desejarmos, recorremos às requisições suplementares. Até à data, tudo correu na perfeição.

Infelizmente, constato que o no meu álbum existe uma “casa em branco”: aquela destinada ao selo personalizado. Filatelicamente, confesso que não gosto do conceito deste tipo de selo; todavia, reconheço que é um selo postal como os demais e gostaria de o ter na minha colecção.
Naturalmente, não vou encomendar uma folha destes selos com a minha “caricatura” e gostaria de não ser coagido a recorrer ao comércio para adquirir um selo recente.

Apenas como sugestão: para dar satisfação a muitos filatelistas que conhecem as mesmas dificuldades, não veria com bons olhos que os CTT emitissem o seu selo personalizado – LOGO dos CTT – e o fornecesse a todos os clientes com conta-corrente que o requisitassem?

Outra (talvez utópica): não considerava um gesto simpático, de reconhecimento e consideração que os CTT fizessem uma oferta de Natal? Se se concedem regalias (selos muito abaixo do facial) a muitos dos seus clientes, porque não uma atenção para com estes clientes que, reconheçamo-lo, ao longo dos anos acabam também por ser grandes consumidores de selos…

Saudações Filatélicas,
Fernando Bernardo

Emanuel Martins disse...

.... Estão reservados para os Conta Correntistas habituais, no mínimo, 5,000 séries corporate. Obviamente que todo o respectivo Plano das outras séries normais está também acautelado.
... enviei em Dezembro um email para a filatelia a pedir a reserva de uma mini-folha dos selos da cortiça com label Amorim, mas se não fosse possível, poderia ser apenas um selo. Como não tive resposta ( o que infelizmente já é habitual - dizem nas outras vezes, que apenas tem uma pessoa para tantos pedidos...), resolvi telefonar. Informaram-me que esgotou logo no 1º dia e que eu apesar de ter conta corrente e receber os selos, a revista, etc, não vou ter direito ao selo com label Amorim.... resta-me ir comprar aos leilões, por ??? euros, de modo a ter este ano completo!!!