segunda-feira, setembro 25, 2006

Corpo directivo dos CTT reunido no Luso


Mais uma reunião de 180 (mais ou menos) quadros superiores dos Correios, com o objectivo de discutir em conjunto assuntos importantes para o futuro da Casa.

Nos meus Grupos de Trabalho discutiu-se , em primeiro lugar o futuro das Encomendas e, depois , a melhor forma de organizar a Rede de Vendas dos Clientes Contratuais.

O figurino destas reuniões não permite, obviamente, discussões aprofundadas sobre os temas, mas também o que se pretende é sobretudo que os Colegas falem uns com os outros e discutam integradamente questões que nos preocupam a todos.

De todas as formas aqui vão algumas ideias-chave:

Encomendas - o "Produto Maldito" dos CTT , sempre mal tratado pela organização, onde o centro de Tratamento de Grossos - na Rua da Palma ou no Terreiro do Paço - era conhecido pelo "Tarrafal", tais as condições de trabalho que lá se verificavam.

Chegou a ser quase normal o trabalhador dos CTT mandar a encomenda para o chão à frente do Cliente para garantir se partia ou não nos transportes postais...

Hoje este "Produto Maldito" pode ser o único meio de salvação do correio Físico, já que não está ameaçado pela concorrência tecnológica da "fileira digital" como as cartas e outros "finos".

Para ganhar Mercado é fundamental: Garantir o contacto com o Destinatário (entrega em mão, fora de horas ou aos fds). Ter preços competitivos. Assegurar um sistema de informação (que inclua mas que não se limite ao Track&Trace) eficiente e eficaz. Porventura evoluir para um tarifário onde o Cliente Primário só nos paga quando a encomenda é entregue e a cobrança do objecto assegurada...

Integração e Organização do Contacto Comercial - Escrevi dezenas de páginas sobre este assunto quando fui "Key Accounts General Manager", entre 1997 e 2003. longo de mais para um blogue, mesmo assim trarei aqui algumas dessas observações "refrescadas" face ao momento actual.

Um comentário:

Zé disse...

Aonde é que já vi isto?
Conversas de quem cá chegou,com ideias pré-concebidas e avaliou de forma incidiosa o que cá já se analisou,debateu e concluiu....
Como percebo a indignação Raúl.
Neste meeting não estive,porque embora quadro,julgo que ainda sou,há razões que a razão desconhece,na Gestão de Pessoas....ou melhor parece a evolução na continuidade,dos tempos recentes...muita parra e pouca uva...mediatização quanto baste...braqueamento de situações?! será? reeestruturações-para centralizar e livrar-se de mais uns quantos... será? .
Cala-te Zé....está tudo planeado... e as a acções a ser desenvolvidas...