terça-feira, março 29, 2011

Olha o Cochicho!

Fiquei um bocado aflito para explicar um destes dias a um dos meus vizinhos mais novos o que seria o "Cochicho"... Para além dos significados mais despudorados, do "calão" grosseiro, só me lembrava da forma de falar baixinho, tão típica dos irmãos brasileiros : "fulano cochichou ao ouvido de sicrano isto e aquilo". Indo ao Google descobri também que existia um pássaro, na América do Sul com esse nome, o Anumbius annumbi. Uma espécie de "priôlo" lá daqueles sítios. Anexo foto para verem como é.

Mas o que o meu vizinho de 11 anos queria mesmo era o significado "maroto". O tal que se desprende do verso "quem é que quer assoprar Ri pi pi pi pi pi pi! no cochicho da menina",  lembram-se?

O Pai é fanático da Amália Rodrigues e ele tinha achado graça à cançoneta. A Mãe não soube, ou não quis ensinar-lhe o significado e lá me calhou a mim a lição...Devo dizer que são Ucranianos educados, o pai é geofísico, investigador no IST e a Mãe médica. O "puto" veio para cá com 5 ou 6 anos e já fala português tão bem ou melhor do que eu. E é o melhor aluno da turma dele, no Liceu de S. João.

Esta família foi "adoptada" pela minha Santa cá de baixo  assim que chegaram ao Estoril, com uma mão atrás e outra à frente. Ainda hoje , depois de terem encontrado uma casa maior noutro local, não há dia da Mãe, anos dela , Natal ou Páscoa (são bons ortodoxos ) que não tragam uma prendinha para ela e uma latinha de caviar para mim. Caviar da Ucrânia? Bem sei que não será o ideal, mas a cavalo dado...

Mas voltemos ao "Cochicho". Indo por esse Google acima, tendo a meu lado na viagem o questionador, encontrei bué de significados para além dos dois já citados: Cochicho também pode ser nome próprio. Há até um Toureiro José Luis Cochicho. Ou um chapéu velho, ou ainda uma casa ou aposento miseráveis, muito pequenos...

Finalmente, um significado atraente para o caso em vista: Cochicho seria ainda um instrumento musical infantil de sopro! Estava resolvido o problema! Era assim uma espécie de Flautim dos pobres...

O rapaz não achou graça nenhuma... está muito adiantado para a idade, tem licença de explorar à vontade a Net, ideias liberais esquisitas dos pais cientistas. E imaginava que iria sair dali outro significado mais...atraente e que tivesse a ver com o sexo oposto, coisa que lá na sua fértil e muito adiantada cabeça (para a idade) teria a ver já com apalpões e miúdas.

Só me perdoou a afronta quando lhe disse - para apaziguar aquele momento de algum frio na nossa relação - que um "cu", se pensássemos bem,  também era, em determinadas alturas,  um instrumento de sopro.

Logo a boca se riu num esgar malandro e fugiu a correr para contar à Mãe essa novidade.

Estou a ver que mais dia menos dia ainda me cortam  a latita de caviar... E nos tempos que correm tudo o que vem à rede é peixe, mesmo caviar da Ucrânia...

Nenhum comentário: