quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Pata Choca??!!


Mais uma visita de reconhecimento aos Quadros expositores do Cartaxo e mais uma oportunidade de almoçar fora do burgo vicentino.


Desta vez fomos alertados por um dos nossos Carteiros: Temos ali um restaurante novo onde as pessoas vão muito... É o

Pata Choca
Sociedade Hípica do Letrado
Rua Ribeiro da Costa nº 49
2070 - CARTAXO
Tel - 243 391 162



Centro equestre novo, bem tratado, com fácil acesso de boa estrada e perto da A1. Os proprietários resolveram construir dentro do Centro um Restaurante, obviamente com muito poucos dias de vida quando o visitámos, mas já a mostrar potencial, como se verá...

Como lá ir ter?

Isso agora é mais difícil, mas posso tentar explicar: quem sai da A1 no desvio que diz mesmo Cartaxo encontrará à sua esqueda e depois de percorridos uns mil e 500 metros um muro azul e branco com portão azul que está identificado com o nome de Pata Choca. Para dúvidas basta telefonar.

Muito boas instalações, mesas bem ataviadas, duas lareiras a funcionar, pessoal muito gentil e esforçado, se bem que algo "verde", nada que não se possa ir corrigindo.

A carta exibe grelhados no carvão e tem também pratos do dia. Quando lá fomos havia Feijoada e Polvo à Lagareiro.

A apresentação é muito original (por exemplo o Polvo vinha numa telha vidrada) e o paladar destes pratos de "tacho" mereceu acordo geral.

A lista de Vinhos é quase que predominantemente ribatejana, o que se saúda numa casa com estas características.

Já se sabe que o blogger tem outras preferências "imbibitórias", fruto de uma vida meio passada a provar Douros , Dãos e Alentejos de qualidade. Haverá - estou certo - espaço para todos neste maravilhoso País que apresenta uma variedade vitivinícola que não tem comparação no Mundo (atendendo à nossa dimensão).

Resumindo: Boa feijoada (9,5€) , bem temperada e com enchidos e carne de porco em abundância. Polvo (9,5%) mereceu alguns reparos por não estar exactamente no ponto de macieza que é desejável, mas também devo referir que - por norma - só para cima do Douro é que encontrei quem soubesse trabalhar o Polvo da melhor maneira (Casa Nanda, O António, Ramiro da Campanhã).

Entradas : enchidos grelhados: boa farinheira e chouriça de carne, morcela assim-assim.

Pratinhos com queijo (mauzinho, embora local) e Presunto (idem, idem...).

Nos vinhos abicámos o branco da casa (muito razoável a 3€ o jarro) e um Tinto "Vinha do Alqueve" (12€) que não é mau mas estranha-se um pouco ao início.

Preços: 4 pessoas, 4 cafés, mais o que ficou referido: 70€.

Tendo em atenção a qualidade geral da comida, excelente amesendação, decoração, simpatia do atendimento, etc... Podemos dizer que saímos satisfeitos.

E com a vantagem de ser uma Casa que aposta decididamente no que o Ribatejo tem de melhor: Cavalos por perto, boa comida e vinho (aqui neste último aspecto é que não serei muito ribatejano...)

Uma Ribatejana de gema fala do Pata-Choca no seu Blogue "Conversas no Cartaxo":

Não sei se já foram experimentar o Pata Choca, eu já e adorei... Gostei muito! Acho que o espaço foi muito bem aproveitado, o ambiente é muito acolhedor.. tem 2 lareiras fantasticas que tornam o ambiente muito familiar.. nas noites frias de inverno nem apetece sair de lá.. A comida é optima, por vezes demora um pouco mas é porque é tudo feito na hora..Para mim está 5 estrelas..Acho que o Cartaxo bem precisava de um espaço assim.. de salientar que tem uma sala para alugar para fazer festas privadas.. com churrasco.. uma delicia.. "

Mesmo descontando o fervor nacionalista dá para termos uma ideia...

Um comentário:

catarina de ana disse...

realmente esta ali um restaurante 5 ***** é pena´,que desde que abriu ele tem vindo a degradar pois ja nao é o que era , e francamente com um restaurante assuim nao se entende como e que os funcionarios estao sempre a ir embora , sera que nao lhes pagam, e por isso se consegue manter aqueles preços