quinta-feira, abril 30, 2009

Para Descansar a Vista


Por vezes, quando a ansiedade espreita e o mundo parece que nos quer queimar, tal a força com que se abatem sobre nós as contrariedades do dia-a-dia, o amor é o melhor remédio...

E mais barato que a "pílula da felicidade" farmacêutica... E, se for bom, muito mais eficaz!!

Embora não seja Sexta feira (mas é como se fosse) sai poema do "nosso" Manuel Luar, o único poeta que compôe à mesa (desde que bem composta também ela esteja...):

Prazeres de Pobre

No quarto pequeno e fechado
Do subúrbio cinzento
O insólito:
Ouves e vês o mar.

Nos teus olhos o desejo
A brilhar , sem parar
Mexe os dois corpos
Na vontade de se afirmar

Tem a força das marés
Cheias, a pulsar no ventre
E descobre a areia da praia,
O centro, a bússola permanente

Vai crescendo sempre o ritmo
Do carinho que partilham, verdadeiro
No pensamento que voa
Gaivota em busca de companheiro

E no meio das ondas, gulosa, descobre o festim,
Mergulha o bico, afunda o alvo pescoço
E extasiada grita, por fim
Quando caem as correntes do seu alvoroço

Nota: E, já agora...Vão lá comprar (ou ouvir na net) o disco da "menina Krall"... Soberbo!

Um comentário:

Nyno disse...

ternyata susah cari gadis cantik