segunda-feira, julho 10, 2006

O RESCALDO do MUNDIAL



1) Itália ganha, em minha opinião, com um Futebol prático, pouco espectacular e pouco atraente para a divulgação do jogo noutros mercados planetários.

O Futebol que se rege por resultados é o único possível, pois - como dizem os entendidos - trabalhamos todos para os "Currículos" e nem os Clubes nem as Selecções fogem a essa regra geral.


2) A França engoliu ontem alguma da sua "soberba" - sobretudo a do seu treinador. Mas perdeu jogando melhor e com uma saída inglória da cena de um dos maiores futebolistas dos últimos tempos: o que se passou na tua cabeça ZiZu?
Decerto que o Matarazzi não te convidou para tomar chá lá em casa, mas já tinhas idade e juízo para responderes no mesmo tom: "que sim, que irias e que mandavas saudades à Mãe dele, etc..."

3) A Alemanha fica no 3º lugar do Pódium à custa de três remates inspirados de uma nova Estrela" em ascensão. Nada a dizer mas ... ficamos com um pouco de sabor a fel na boca...

4) Portugal sai bem, mas poderia ter saído muito melhor. Será fácil agora criticar, mas Pauleta nada mostrou neste Mundial, o mesmo se passando com Costinha...
Ricardo Ricardão foi traído no desvio de Petit, nunca conseguiria defender o 3º Golaço , mas... "frangou" à primeira.

Enfim, fizemos coisas muito boas e o problema é que à medida que as fazíamos as nossas expectativas iam ficando mais altas e só nos contentávamos com o Céu e as Estrelas...

5) Que dizer do Brasil e da Argentina? Ou até da vizinha Espanha? Falência de Treinadores, Complexo Galáctico (muitas vedetas não fazem uma equipa) ou simplesmente falta de sorte?

Não sei dizer, mas é verdade que o Futebol de ataque morreu neste Mundial de 2006 e que quem soube defender o resultado levou a Taça.

Um comentário:

Zé disse...

Uma final insípida de futebol lento encaixado,com jogadores a arrastarem-se, fisicamente debilitados á espera que o jogo acabasse.
Foi uma final sem brilho em que ganhou o mais feliz na lotaria dos penalties.
Realmente soube a pouco o lugar de Portugal.
Depois do batisado não faltam padrinhos,mas concordo que o Nuno Gomes poderia ter jogado mais.
Vá lá que reconheceram a qualidade do futebol Português,ganhamos o prémio do melhor futebol,creio que foi o que ouvi na rádio.
Um prémio a Zidane de melhor jogador, aqui não entrou o critério do fair play?
No início chegar aos oitavos era muito bom.
Ficamos em quarto e parece que há um sabor a pouco nisto.
Foi optimo,se no resto estivessemos como no Futebol,bem estavamos.
Chegou ao fim e estamos de parabéns,por tudo o que toda a equipa fez.
Fomos iguais aos maiores do mundo.
Dos quatro primeiros,qualquer um poderia ter vencido.
Um certo chauvinismo Francês foi derrotado.