quinta-feira, março 06, 2008

Não fica bem ao SNTCT apoiar a DECO


Luta laboral é uma coisa. Perfeitamente respeitável em democracia.

O apoio que alguns Sindicatos dos CTT vieram dar à vergonhosa reportagem da DECO é outra coisa que não posso deixar de condenar... e veementemente.

Todos sabem como me tenho batido pela concórdia e pela harmonização das posições entre a Administração e os Sindicatos tendo em vista a necessária calma interna tão necessária para enfrentarmos os desafios dos anos futuros.

Nessas posições, aqui assumidas, fiz várias vezes apelo à Administração actual para baixar algumas das suas exigências.

Agora não posso é aceitar que Trabalhadores desta casa prefiram a defesa de posições corporativas de política interna do País ao invés da defesa intransigente dos interesses da família CTT , entendida como todos os Trabalhadores CTT.

Não lhes fica bem. Dá para que se questionem as respectivas lealdades. Dá, no fim de contas, para que se começem a olhar para certas posições mais "duronas" que esses Sindicatos assumiram com alguma desconfiança quanto às possíveis motivações.

E, do ponto de vista estratégico, mesmo em termos de ciência política, dá para dizer que foi um tremendo tiro no próprio pé.

Uma forma precipitada e mal pensada de alienar Trabalhadores que se viram enxovalhados pelo "estudo" da DECO.

Assim não!


Um comentário:

Manuel disse...

Meu caro
Alguns dos problemas apontados pela DECO, no reconhecidamente manhoso trabalho que publicou, têm a ver com meras e pouco relevantes "distracções" de atendedores. Tidas, generalizadamente, como muito pouco relevantes.
Vem agora o SNTCT, ao apoiar a DECO, pôr em causa o desempenho de trabalhadores. É pena, porque esse trabalho pode o sindicato fazer dentro da sua casa, isto é, dentro dos CTT. E pode fazê-lo junto dos trabalhadores, a que acede com estonteante regularidade para distribuir comunicados..
Cumprimentos