segunda-feira, novembro 09, 2009

Paris 2


















Aproveitámos a ida a Paris para nos deslocarmos à CARTOR, um dos nossos produtores de selos, talvez actualmente a mais importante gráfica de segurança do mundo a trabalhar nesta área dos Selos Postais.
Não se podem tirar fotografias lá dentro - as medidas de segurança são extremas - mas posso dizer-lhes que viémos muito impressionados com a tecnologia existente.

A CARTOR fica perto do Rio Loir, a escassos 20 minutos de carro (ou de comboio) da Catedral e da Vila de Chartres.

Recentemente instaladas, tivémos ocasião de ver a trabalhar duas máquinas "state of the art": uma Heidelberg de impressão plana com 7 corpos(!) ; 5 cores directas, verniz UV e um corpo de impressão a seco, para o fósforo. Mas também uma novíssima máquina de picotar da Wista (firma leader na matéria) com quase 5 metros de comprimento! E capaz de picotar selos auto-adesivos com uma tecnologia exclusiva do Gerd Staudinger, proprietário da Wista.

Almoçámos num local encantador: Auberge "La Pomme de Pin", onde tirei a foto anexa do nosso anfitrião Ian Brigham e do Luiz.

Nesta zona do Indre et Loir - como noutras províncias francesas, pratica-se a gastronomia de temporada feita à base da caça - civet de lebre muito bem feito - e dos cogumelos deste Outono.

A Catedral de Chartres é um deslumbramento! Mesmo ao final da luz do dia, e com os extraodinários vitrais a esconderem as cores pelo lusco-fusco, deu para perceber e ficar esmagado com a imponência do local. A visitar !

Alguns contactos, para os mais aventureiros que queiram dirigir-se a Chartres (1 hora de comboio desde Paris):

La Pomme de Pin - Auberge
Senonches
02 37 37 76 62

Le Serpente
Brasserie
(Mesmo à saída da Catedral de Chartres, para além da cerveja e dos vinhos locais, come-se aqui muito bem!

Hotel Grand Monarch
Chartres
(Não "estacionei " aqui, mas os Amigos da CARTOR recomendam-no para servir de base a uma estadia de alguns dias na região de Chartres.)

Um comentário:

Maigret disse...

Meu caro sr. Raúl Moreira, permita-me que faça uma rectificação: Chartres fica no departamente de Indre-et-Loir, assim mesmo, sem "e" no fim. Loir é um rio francês, afluente do Sarthe, e dá o nome a dois departamentos franceses, na região centro. Loire é um outro rio francês, com um curso muito maior (penso que seja mesmo o maior de França), que nasce no Massif Central e desagua no Atlântico, num estuário não muito longe de Nantes. Dá o nome a 6 departamentos franceses, da região Pays de la Loire.
Não leve a mal este meu comentário. Aliás, a confusão entre Loir e Loire é usual, mesmo entre franceses. Sou leitor assíduo e admirador do seu blogue, que conheci através do nosso comum amigo Paulo Mendonça, pois trata normalmente de dois assuntos que aprecio: a filatelia e a gastronomia. Se tratasse também de policiais, tínhamos um blogue perfeito... Finalmente, Chartres é realmente uma cidade muito interessante e a sua catedral (com o seu famoso labirinto) é imponente.
Os melhores cumprimentos.