segunda-feira, julho 16, 2007

Habemus Presidente!


Com uma enorme Abstenção de quase 63% lá se concluíram as Intercalares para a Cidade de Lisboa:

António Costa lá fez o mínimo indispensável que se lhe pedia e assegurou a Vitória na CML com 6 Vereadores e a roçar os 30% dos votos.

Carmona teve 3 Vereadores e 16,7%, ultrapassando o PSD(!!!)

Negrão ficou-se pelos 15,7% e também 3 Vereadores.

Roseta agarrou 10,2% e 2 Vereadores (Boa Malha para a candidatura à partida menos "dotada de €".

Ruben não foi além dos 9,3% e manteve os 2 Vereadores que já tinha.

O "Zé" foi eleito com 6,8%.

Vergonha para o CDS . Nenhum Vereador...

Comentário telegráfico:
Ganha o PS mas sem grandes foguetes.
A Direita afunda-se (onde estão os seus Valores na sociedade de hoje?). Marques Mendes anuncia Eleições directas antecipadas internas e Paulo Portas vai "reflectir" e convocar Congresso.
PCP e BE perdem terreno.
Ganha corpo a figura das Candidaturas Independentes.

É preocupante o valor da abstenção. Mesmo sabendo que era a 15 de Julho... Imaginem que estava um bom dia de praia... Teríamos os Candidatos a votar com a família mais chegada??!!

Um comentário:

Zé disse...

Não é a esquerda, nem a direita que se afunda, é algo muito mais grave é o desinteresse manifestado pelos eleitores de Lisboa,é o Sistema que está em causa? Só 37% de votantes com uma abstenção a rondar os 63%,é obra? Que representatividade tem estes resultados? Que interesse tem os Lisboetas nos seus problemas?Como leram as propostas e olharam os candidatos? Quais as razões deste comportamento? Para aonde caminha este sistema partidocrático?
Foi o dia? foi a ida à Praia? foram as férias?Foi que as eleições pouco a nada lhe dizem e daí o desinteresse.
Tirando os dois independentes Carmona e Helena Roseta, o resto tem todos razões para reflectir e muito, sobre a forma, os modelos e a saturação do sistema partidocrático/tachistico que enferma a a "democratia a la portuguesa".
Bem estão precisados de um retiro sabático, ou muito mais...
Cada vez mais há um maior distanciamento entre a aparelhistica partidária e a participação dos cidadãos.
Só não vê quem não quer...é a teoria do mal menor?...para aonde caminhamos?
Só os houvem e procuram nos períodos eleitorais, a sua participação é só votar e depois?
Nada se cumpre; promete-se e falha-se,arregimentam-se amigos e clientes, mas dá-se e propala-se aos quatro ventos,Projectos? seriedade?, competência?rigor?, clareza de processos?responsabilidade?JUSTIÇA? e tudo não passa de conversa da TRETA...depois é o que se vê uma abstenção de 63% e siga a marinha.
O presidente da Câmara foi eleito por 10,73% dos eleitores, o que é realmente significativo e vai ficar satisfeito???!!!!!Já consegui o lugar
Já há presidente!! Depois dos mimos da eleição, vamos a ver como o António Costa, se vai desembraçar de tantos trade off´s que geriu na campanha ( areoporto, situação financeira da câmara,o tejo e o porto de Lisboa,o transito, a recuperação urbanistica,a desertificação, o parque mayer, ah! a Braga Parques....and so on...) aguardemos pelas cenas dos próximos capítulos..ah! vai haver uma ajudinha do Governo...mas será suficiente?...com a oposição existente, parece-me que continuará tudo na mesma por longo tempo...mas cuidado que o Zé pagode pode acordar e lá se vai a Teta e conversa da Treta...já durmiu durante quarenta anos... é só fumaça... o povo é sereno...aonde já ouvi isto?
Há já me esquecia daquela senhora de Cabeceiras de Basto, na sede do candidato que ganhou com 10,73%, a não saber o que estava ali a fazer ao ser questionada por uma estação de Televisão...é disto que temos..pobreza Franciscana....QUO VADIS DOMINE DEMOCRATIA A LA PORTUGUESA.