quarta-feira, janeiro 02, 2013

Gambito de Rei?

O senhor Presidente da República falou ontem à noite.

Leiam aqui o comunicado integral se o desejarem:

http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=608561


O Doutor Cavaco chegou e disse, mandou apagar as luzes e foi-se...

Disse que sim,  e mais que também. E referiu a "espiral recessiva". E decidiu mandar o OE 2013 para fiscalização sucessiva do Tribunal Constitucional. E ainda nos informou sobre as suspeitas que tinha acerca da desigualdade do esforço que estava a ser pedido a todos os portugueses.

Falou mal? Não meus senhores. Falou bem mas talvez pouco, tendo em atenção a situação do país. E as verdades que nos disse pecaram por tardias: falou tarde de mais, como faz parte das suas idiosincrisias.

Quem há tanto tempo "mantém de Conrado o prudente silêncio" arrisca-se a que julguem tudo o que diz mais tarde como "curto e ligeiramente anacrónico".

Vai abrir algum conflito com S. Bento? Ficou claro que não! Cruzes Credo!  O nosso Portugal precisa de estabilidade!

O mais importante ficou por saber: Em relação a que artigos do OE 2013 levantará o Presidente as suspeitas de inconstitucionalidade?

Suspeito que seja em relação à chamada "taxa solidária" para reformados e pensionistas e ainda (talvez) sobre a redução dos escalões do IRS, o que destruíu o pressuposto da distribuição homogénea do Imposto pelos contribuintes.

Mas veremos.

E,  até lá, vamo-nos preparando com calma para o que os primeiros recibos de vencimento deste ano nos trarão.

Isto, falando dos sortudos que ainda têm trabalho...Porque dos outros, do milhão de portugueses desempregados, nem sei o que dizer...

Como se prepara alguém para tal descalabro na sua vida?

Neste jogo de xadrez que lida com as vidas de milhões de pessoas a abertura do PR foi talvez um gambito de Rei.

Resultará? Só na continuação do jogo se verá se o "adversário" o aceita ou não...

Gambitos: são movimentos de Xadrês que se  caracterizam pela oferta de material (sacrifício) de peças ou peões ao adversário em troca de ganhos não materiais, como tempo, espaço, desenvolvimento  de jogo ou linhas abertas.
Cabe ao adversário  aceitar ou recusar o gambito, devolvendo o material ganho em momento oportuno com vantagens.
Gambito do Rei:  é uma abertura de xadrez que se caracteriza pelos movimentos (em notação algébrica):1.e4 e5 2.f4
Na realidade, no seguimento destes movimentos existem uma grande quantidade de aberturas e variantes, mas historicamente  englobam-se sob a denominação comum de gambito do rei.
O movimento caracteriza-se pela oferta do peão em f4 ao adversário. As brancas oferecem esse peão em troca do domínio e da iniciativa de jogo.

Um comentário:

Vasilievna disse...

Do xadrez:

http://www.youtube.com/watch?v=j7c9Jd5Afkw